Bolívia

Intercâmbio na Bolívia

Que tal um intercâmbio na Bolívia? Saiba mais sobre esse surpreendente país da América Latina.

Informações úteis:

Moeda: Boliviano | Voltagem: 220v e 110v | Tomada com dois pinos circulares ou com dois pinos retangulares | - 1 hora | DDI +591 |

Bolívia é um país encravado no centro-oeste da América do Sul. Faz fronteira com o Brasil ao norte e leste, Paraguai e Argentina ao sul, e Chile e Peru ao oeste.

A Bolívia é uma república democrática, dividida em nove departamentos. Geograficamente, possui duas regiões distintas, o altiplano a oeste e as planícies do leste, cuja parte norte pertence à bacia Amazônica e a parte sul à Bacia do Rio da Prata, da qual faz parte o Chaco boliviano.

Dentre suas principais atividades econômicas, destacam-se a agriculturasilviculturapescamineração, e bens de produção como tecidos, vestimentas, metais refinados e petróleo refinado. A Bolívia é muito rica em minerais, especialmente em estanho.

A principal língua falada é o espanhol, embora o aimará e o quíchua também sejam comuns. Além delas, outras 34 línguas indígenas são oficiais. O grande número de diferentes culturas na Bolívia contribuiu para uma grande diversidade em áreas como a arteculinárialiteratura e música

A Bolívia tem grande diversidade linguística, como resultado de seu multiculturalismo. A Constituição da Bolívia reconhece 37 línguas oficiais, além do espanhol. Assim, é o segundo Estado com o maior número de idiomas oficiais no mundo, só perdendo para a Índia, que tem 46. Estas incluem as línguas das nações indígenas nativas, como quíchuaaimará e guarani

cultura boliviana tem sido fortemente influenciada pelos quíchuasaimarás, bem como pelas culturas populares da América Latina como um todo. O desenvolvimento cultural é dividido em três períodos distintos: pré-colombiano, colonial e republicano. Ruínas arqueológicas importantes, ornamentos de ouro e prata, monumentos de pedra, cerâmica e tecelagem permanecem de diversas culturas pré-colombianas importantes. Grandes ruínas incluem TiwanakuForte de Samaipata, Inkallaqta e Iskanawaya. O país é rico em outros sítios que são difíceis de alcançar e tem tido pouca exploração arqueológica.

Na Bolívia, a principal refeição é o almoço: a maioria dos trabalhadores tentam voltar para casa para comer durante a semana. Um bom almoço boliviano é composto de sopa, um prato principal e sobremesa, possivelmente. O elemento mais importante na comida boliviana é a batata: é comum ver as batatas, de alguma forma servido com quase todas as refeições. Massas e arroz também são favoritos. Quanto à carne, os bolivianos comem carne suína muito mais do que pessoas nos Estados Unidos ou Canadá. Frango e carne também são comuns, e você verá o bode como prato ocasional nos restaurantes.

Gostou? Qual tal fazer um Intercâmbio na Bolívia?

Clique e saiba mais: QUERO SABER MAIS!